Inverno 2020: a coleção sustentável da Maison Margiela

Maison Margiela, inverno 2020.

Imagine o seguinte cenário: peças de doações de lojas de caridade desfilando entre as peças de uma coleção em Paris. Esse cenário é o Inverno 2020 da Maison Margiela.

Liderada por John Galliano, a coleção — que recebeu o nome de Recicla — mergulhou nas raízes da linha Replica desenvolvida pelo então fundador da marca, Martin Margiela, mais de uma década atrás. Ao adquirir peças de segunda mão, Martin as replicava minuciosamente, da modelagem ao pesponto.

Levando essa ideia adiante, Galliano explicou que a linha ‘Recicla’ — que ele entende como uma  iniciativa de upcycling de luxo —incorporara peças garimpadas em peças originais : saias cortadas de tule, suéteres de cashmere manchados, lapelas de jaqueta vintage e camisas de algodão rasgadas  são costuradas novamente.

Nesta coleção, em que há toda um transito inverso entre o que é novo e o que não é, as peças retrabalhadas foram feitas para parecer peças vintage.

“Sinto que todos estamos nadando nesse ritmo de vida que é realmente sobre reciclagem e upcycling” diz Galliano. “Chegamos à conclusão de que há muitas roupas no mundo! Nossa compreensão do luxo é muito diferente do que era antes. Agora somos inspirados a atender às demandas de uma consciência ética”, finaliza.

É bom ficar atento, na indústria da moda que vem por aí, iniciativas de reaproveitamento serão cada vez mais frequentes, variadas e criativas.

 

 

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *